Delegacia: A minha audiência que não teve

03/01/2020 às 20:17


Eu já estava todo animado para ir prestar meu depoimento na 5° Delegacia de Polícia. Ia responder um TCO, era acusado de difamar uma advogada. Meu suposto crime foi dizer que ela foi presa. E foi mesmo. Ela e uns coleguinhas afetados ficaram revoltados porque publiquei a notícia. Pois bem, o delegado nem aceitou abrir o inquérito, não tinha o menor cabimento. Eu já estava com mandado de prisão dela impresso para apresentar, ia pedir a oitiva da delegada que efetuou a prisão. Ia ser uma festa. Inclusive um tal de Aquiles, que tem calcanhar expostíssimo, tinha prometido uma manifestação de uma tal de Abracrim. Ou seja, ia me encontrar com advogados na/de porta da/de cadeia. Não teve nada. Minha tarde foi sem graça.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *








PERFIL

Gosta de comentar fatos do cotidiano do Brasil e do Estado nas suas redes sociais.

Jardim das Águas Jardim das Águas