Veraneio: Casa de Rico (2)

09/01/2020 às 15:45


Quando você for visitar um rico esqueça o seu conceito de praia, nunca pense como mundiça, aprenda. Na casa de rico tem que ir bem vestido, uma camisa de manga longa dobrada de linho, cor única e um calção estampado. Esqueça pelo amor de Deus sunga, isso não existe. Sua esposa jamais deve ir de biquíni ou maiô. Lembre-se o mar e a piscina estão lá de enfeite. Ela deve ir com vestido longo e colorido, muito maquiada, com a escova feita. Tem que se produzir. Se tiver filhos com menos de 8 anos, é interessante eles vestirem roupas com a mesma “estampa” da sua esposa. Se você for um “manikaka”, também pode trocar a camisa de linho por uma roupa igual a da mulher e filhos. Vão vestidos de jarros, tudo igual. Na casa de rico ninguém entra molhado, avise as crianças. Não se deve quebrar nada. Tenha cuidado porque tudo é muito caro. Não vai ter tecladista ou aquelas bandas fuleiras que a gente contrata por R$ 300,00 para tocar por 4 horas e todo mundo dançar bêbado. Os ricos gostam da figura indigesta do DJ, dependendo da produção tem até gelo seco para as mulheres dançar segurando taças de espumante.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *










PERFIL

Gosta de comentar fatos do cotidiano do Brasil e do Estado nas suas redes sociais.

Cuidare BR */ ?>