O que você precisa saber, em 2 minutos, para sair de casa bem informado nesta quinta-feira

17/09/2020 às 05:20


Imagem noticia-detalhe

Na política nacional

- Após dar posse ao general Pazuello como ministro da saúde, nesta quarta-feira (16), Bolsonaro defendeu que as escolas deveriam ter continuado funcionando durante a pandemia de covid-19 e criticou governadores e prefeitos pela decisão contrária. Afirmou ainda que o Brasil é o país com o maior tempo de lockdown nas escolas. 

- Prefeito Bruno Covas decide empurrar para novembro a decisão sobre o retorno das aulas presenciais na cidade de São Paulo. Nesta quinta (17), ele pretende anunciar que as escolas poderão fazer de forma opcional atividades extracurriculares a partir de outubro, mas sem definir a retomada das aulas regulares.

Na justiça

- A Polícia Federal intimou, nesta quarta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro a depor no inquérito que apura a denúncia do ex-ministro da Justiça Sergio Moro de suposta interferência na PF. Em resposta, a Advocacia Geral da União recorreu ao STF para que Bolsonaro possa se manifestar por escrito, porém ainda não há decisão a respeito.

- A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) compartilhou nesta quarta-feira (16) nas redes sociais  uma homenagem ao pastor Anderson do Carmo, vítima de um assassinato há um ano e três meses. Acusada de ser a mandante do crime, a deputada afirmou sentir-se "paralisada" pelas saudades do ex-marido.


No esporte

- Corinthians vence Bahia por 3 x 2, respira no Brasileirão e deixa rival perto da faixa Z-4 de classificaçao. O jogo ocorreu nesta quarta-feira (16), na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 11ª rodada do Brasileirão. Otero, Roni e Gil fizeram para o alvinegro, enquanto Nino Paraíba e Saldanha marcaram a favor do Esquadrão.

- O Palmeiras se impôs na altitude de La Paz, na Bolívia, na noite desta quarta-feira, e venceu o Bolívar por 2 a 1, no estádio Hernando Siles, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Verdão tem 100% de aproveitamento na competição

No mundo 
 
- Uma missão internacional da ONU encarregada de investigar a situação dos direitos humanos na Venezuela concluiu que o presidente do país, Nicolás Maduro, e os ministros do Interior e da Defesa estão envolvidos em graves crimes contra a humanidade.

- Barbados pretende retirar a rainha Elizabeth 2ª do cargo de chefe de Estado e se tornar uma República, anunciou na terça-feira (15/09) o governo da pequena nação caribenha, reavivando um plano discutido várias vezes no passado.
 







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *










PERFIL

Gosta de comentar fatos do cotidiano do Brasil e do Estado nas suas redes sociais.

Publicidade Publicidade