Puro marketing: Fátima vai priorizar deficientes, mas não diz quando

08/04/2021 às 10:14

Após dizer que não poderia priorizar policiais, tampouco professores, porque a ordem de vacinação era estabelecida pelo Ministério da Saúde, a governadora Fátima Bezerra sancionou hoje (8) uma lei que prioriza a inclusão de pessoas com Transtorno do Espectro Autista, Síndrome de Down, tetraparesia congênita ou paralisia cerebral e com doenças raras na vacinação. 

Na sanção da lei, que mais parece uma jogada de marketing, não é dito em que momento essas pessoas com deficiência serão incluídas na vacinação - nem mesmo quando serão vacinadas. A lei não cita previsão, grupo, ordem ou qualquer outra coisa.

"Caberá ao Poder Executivo Estadual e à Secretaria Estadual de Saúde proceder a inclusão no rol de prioritários do programa de vacinação as pessoas com deficiência, e estabelecerá diretrizes e planejamento de distribuição dos imunizantes", afirmou o texto da lei.  

Para se ter uma ideia, na cidade do Rio de Janeiro, o mesmo foi feito pelo prefeito Eduardo Paes. A diferença é que ele já deu a previsão: "O projeto pede a alteração do calendário municipal de vacinação para que haja a inclusão desta classe. Sendo assim, a partir de 24 de abril, quando o calendário chega às pessoas com 60 anos, os PCDs vão estar entre as prioridades na imunização", apontou reportagem sobre o assunto divulgada pelo G1.


3 respostas para “Puro marketing: Fátima vai priorizar deficientes, mas não diz quando”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Acessar Enquete






PERFIL

Gosta de comentar fatos do cotidiano do Brasil e do Estado nas suas redes sociais.