O verdadeiro caos na transmissão de Carnaval da TV Globo

12/02/2024 às 06:12


A transmissão dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, realizada pela TV Globo, que detém os direitos de imagem na Sapucaí, se mostra um verdadeiro desastre para quem gosta de Carnaval. Ao colocar de lado os jornalistas que tradicionalmente fazem a cobertura na pista e dar vez a influenciadores e atores, a emissora simplesmente ignora o que acontece de fato ao longo do desfile.

Carros quebrados, buracos entre as alas, fantasias que não chegaram, problemas com as alegorias e até mesmo pequenos acidentes que quase chegam a causar vítimas ainda na concentração não são noticiados pela emissora, já que os apresentadores dominam a transmissão sem levar conteúdo aos telespectadores. Na imagem acima, se vê uma das “repórteres” tentando atravessar a avenida para falar com uma musa e interromper o seu samba, algo inadmissível em um desfile. Nota zero no quesito evolução.

“O que fazer com a emissora oficial do grupo especial? Entram no meio da apresentação do primeiro casal de Mestre-sala e Porta-bandeira do Salgueiro no terceiro módulo de julgamento. Vergonha no nível máximo. Não entendem nada! Não respeitam o segmento que carrega a ancestralidade de uma agremiação. O centro geográfico espacial de uma escola. TV Globo pagou o mico do ano”, disse Bruno Chateaubriand, autor do livro Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Uma Arte Essencialmente Nossa.

VEJA Gente

11 respostas para “O verdadeiro caos na transmissão de Carnaval da TV Globo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Publicidade Publicidade