Rosas di Maria 2
Foto: Bigstock / arquivo Gazeta do Povo.
politica

Governo avalia propor taxação de jogos de azar com ‘imposto do pecado’

A equipe econômica está avaliando propor a taxação de jogos de azar com o imposto seletivo, conhecido como imposto do pecado.

Esse tributo já foi aprovado no âmbito da reforma tributária, mas o texto ainda precisa ser regulamentado. Debates sobre a regulamentação estão ocorrendo nas últimas semanas, no Congresso Nacional.

“É uma demanda de alguns deputados e nós estamos avaliando se faz sentido ou não. De novo, é a mesma questão que vem no caso do cigarro. Você tem que tributar sim, faz mal para a saúde, todo mundo sabe. Mas se você errar na mão, você estimula muito contrabando [jogo irregulares]. Então, a questão é saber como e se se faz sentido essa tributação e calibrar isso de forma adequada. A gente tá fazendo junto com a Secretaria de Apostas lá do Ministério [da Fazenda]”, disse o secretário extraordinário do Ministério da Fazenda para a reforma tributária, Bernard Appy.

O secretário acrescentou que ainda não há nenhuma posição definida pelo Ministério da Fazenda. “Mas, a pedido dos parlamentares, a gente tá fazendo essa avaliação sim [de taxar com o imposto do pecado]”, declarou ao g1 e à TV Globo.

G1

400x400 (2).gif CUIDARE - DEPOIS DO POST orathoria - depois do post Humanas Junho 2024 96 - FM - depois do post

0 comentários para "Governo avalia propor taxação de jogos de azar com ‘imposto do pecado’"

Deixe uma resposta para essa notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

/1000.


Posts relacionados

Anuncie com a gente Documento com valores para anúncio

Mais lidas

  1. 1

    [VÍDEO] EXCLUSIVO: Sobrinho confessa ter matado a tia em Capim Macio

  2. 2

    Caso Soraia: Polícia Civil prende jovem por assassinar tia em Capim Macio; prisão aconteceu em São Paulo

  3. 3

    Aos 93 anos, Silvio Santos é internado em São Paulo

  4. 4

    Filho de Lula xinga Janja em mensagem no WhatsApp; veja print

  5. 5

    Confusão grande com a turma da ASSEN vai parar na Justiça

TRANFERENCIA 640x170.png