Falta oposição no RN

07/02/2020 às 09:50

Em 13 meses de governo, Fátima Bezerra não teve nenhuma oposição, surfou sozinha, aplaudida pela imprensa e subjugando os poderes. Carlos Eduardo, Robinson Faria, José Agripino e Garibaldi Filho em momento algum fizeram oposição a governadora, isso é de se estranhar. Todos estão sem mandato, exercem liderança, mas estão calados. O eleitor já viu que as mudanças não surtiram efeito, isso pode ser a janela do retorno. Carlos Eduardo tem um mundo próprio, às vezes crítica isoladamente atitudes de Fátima. Robinson insiste em mostrar o que fez no governo, essa estratégia não deu certo quando era governador, imagine agora com uma conta no Instagram. Tem que partir para algo novo. Agripino e Garibaldi exercem funções partidárias, precisam falar o que pensam para o RN e o Brasil, já que eram senadores. O contraponto é essencial, quem dirige o barco é Fátima Bezerra, mas os quatro juntos ou separados, poderiam propor novos caminhos e soluções. A oposição coloca oxigênio no debate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Acessar Enquete






PERFIL

Gosta de comentar fatos do cotidiano do Brasil e do Estado nas suas redes sociais.